O que é Bitcoin (BTC)?

Em outubro de 2008, um programador e criptógrafo de pseudônimo Satoshi Nakamoto, publicou em uma lista de email de discussão sobre criptografia, um white paper de apenas 9 páginas, que mudaria para sempre não somente a história do dinheiro, da moeda ou da tecnologia, mas de toda a humanidade.

“Nada é mais poderoso do que uma ideia cujo tempo chegou.” – Victor Hugo.

Resumo: O Bitcoin (BTC) é uma rede de dinheiro eletrônico ponto a ponto, descentralizada, resistente à censura, executada de um protocolo de código aberto, protegida por criptografia, código, teoria do jogos, incentivos econômicos, que fornece ao mundo um ativo digital com propriedades monetárias únicas e superiores por meio de uma rede distribuída, voluntária, pública, auditável, que foi a primeira na história a resolver o problema do gasto duplo sem a necessidade de intermediários centralizados de confiança.

Antes do Bitcoin (BTC)

Bitcoin (BTC)

Apesar de ter sido apresentado ao mundo em meados de 2008, no auge da crise financeira da bolha das hipotecas, Bitcoin (BTC) era até então mais uma tentativa de se criar um dinheiro criptográfico nativo da internet.

Antes da criação de Nakamoto, várias tentativas foram postas em prática. O Digicash, desenvolvido pelo programador David Chaum, permitia através de técnicas criptográficas, que dinheiro bancário fosse enviado de maneira anônima.

O E-gold era uma moeda criptográfica lastreada em reservas de ouro, que chegou a movimentar cerca de US$ 2 bilhões por ano no ápice do seu funcionamento em 2006. O projeto foi encerrado em 2009 devido a questões regulatórias.

O projeto que mais se aproximou de criar um dinheiro da internet descentralizado e escalável foi o RPOW –Provas de Trabalho Reutilizáveis–, desenvolvido pelo programador e criptógrafo Hal Finney.

O site Satoshi Institute destaca que o projeto de Finney poderia ter escalado para servir para a humanidade, mas o próprio criador não queria que este fosse o projeto final, mas sim um protótipo, uma prova de conceito.

Por sua vez, o RPOW foi inspirado nos trabalhos de colecionáveis digitais de Nick Szabo, publicados nos anos 90. Certamente, o Bitgold, um trabalho teórico de Szabo sobre um dinheiro criptográfico descentralizado, bem como o RPOW, foram grandes inspirações para Nakamoto, cuja identidade real é desconhecida até hoje.

A criação do Bitcoin foi um marco imprescindível para a história dos dinheiros eletrônicos, visto que pela primeira vez uma rede monetária era capaz de funcionar de maneira completamente descentralizada, sem a necessidade de intermediários de confiança, como bancos, instituições financeiras ou governos.

Bitcoin (BTC) – a rede monetária

Bitcoin (BTC)

O Bitcoin (BTC), para ser melhor compreendido, pode ser observado como duas partes distintas, mas que estão fundamentalmente relacionadas e só podem coexistir mutuamente. O Bitcoin com “B” maiúsculo se refere a rede monetária para o processamento das transações.

A blockchain –ou timechain, como diria Satoshi Nakamoto–, trata-se de uma cópia de todo o histórico de transações processadas na história da rede, que criam uma cadeia de blocos criptografados, e que é armazenada e sincronizada voluntariamente entre os full nodes ao redor do mundo.

Atualmente, mais de 20 mil nós completos ao redor do mundo executam uma cópia de todas as transações do Bitcoin (BTC). Qualquer usuário pode se tornar um nó validador, basta um computador, acesso a internet e espaço em disco para armazenar os quase 400 gb de histórico da rede, que cresce, em média, 1 MB a cada 10 minutos, quando novos blocos são encontrados pelos mineradores.

Esta rede, que é a Camada 1 do protocolo, permite a transferência global, relativamente barata e rápida de valores ao redor do mundo, sendo uma alternativa superior às soluções centralizadas para envio de remessas internacionais ou grandes transferências, que contam com altíssimos custos e taxas.

Apesar da Camada 1 ser relativamente lenta e cara se comparada com soluções centralizadas de fintechs para pagamentos baixos, o Bitcoin (BTC) é um protocolo que está se desenvolvendo através de camadas, que criam um ambiente otimizado para cada tipo de aplicação ou necessidade.

Por exemplo, a Lighting Network (LN), que funciona como uma rede de canais bidirecionais, permite o envio quase instantâneo e sem taxas de bitcoin ao redor do mundo. Outras soluções, como Liquid e RSK, permitem outras aplicações para a tecnologia, como tokenização de ativos e execução de contratos inteligentes mais complexos.

Leia mais: O que é a Lighting Network (LN)? (em breve)

Bitcoin (BTC) – o ativo financeiro

Bitcoin (BTC)

O sistema financeiro fiduciário a qual vivemos hoje, certamente oferece soluções minimamente satisfatórias para transferir valor no espaço. Diversas fintechs, bancos, operadoras de cartão e semelhantes, permitem o envio de valores globalmente com custos relativamente baixos, a depender do tipo de operação financeira.

A grande revolução proporcionada pelo Bitcoin está relacionada às suas propriedades capazes de transferir valor no tempo. Imagine que você deseje desde jovem criar uma poupança para a sua aposentadoria, ou mesmo, acumular recursos de forma consistente e segura para uma empresa, família ou instituição pensando a longo prazo. A qual ativo ou cesta de ativos você recorreria?

O bitcoin é o único ativo financeiro com oferta inelástica, liquidez e fungibilidade criado na história da humanidade, que o faz a reserva de valor mais sólida em termos de fundamentos. Além disso, as suas propriedades únicas de custódia o tornam um ativo com portabilidade significativamente superior a qualquer dinheiro ou moeda já utilizada na história humana, sendo praticamente imune a confiscos, controles de capital ou expropriações.

Leia mais:

  • Como armazenar Bitcoin (BTC) com segurança? – Chaves privadas (em breve)
  • Como armazenar Bitcoin (BTC) com segurança? – Armazenando informação (em breve)
  • Bitcoin (BTC) como herança (em breve)

Para ser considerado uma boa moeda e preservar valor no tempo e no espaço, um ativo precisa ser 1) escasso; 2) portátil; 3) subdivisível; 4) fungível; 5) líquido; 6) facilmente verificável.

Confira a tabela abaixo, que fornece uma comparação das propriedades monetárias do bitcoin com o ouro e as moedas fiduciárias.

Com sua oferta limitada a 21 milhões de bitcoins, que são emitidos de maneira previsível, o bitcoin é o único ativo com escassez inelástica e com liquidez conhecido pela humanidade. A escassez inelástica é uma propriedade de ativos cuja oferta não cresce, independente da sua demanda.

Leia mais: Como ocorre a emissão de bitcoins (btc)? (em breve)

Por exemplo, caso haja um aumento na demanda por ouro, prata ou outras commodities, o preço desses ativos tende a crescer, o que cria incentivos para aumentar a sua produção ou extração, como é o caso dos metais, que tendem a estabilizar novamente o valor do ativo. 

Além disso, nem mesmo a oferta do ouro pode ser de fato conhecida pela humanidade. Atualmente, o metal precioso possui uma taxa de crescimento da oferta anual estimada em cerca de 2% ao ano. É possível, por exemplo, que o mercado seja inundado a qualquer momento por reservas de novas minas, o que provocaria uma depreciação no preço do ativo.

Quando colocada em uma perspectiva de longo prazo, por exemplo, 100 anos, nem mesmo o ouro pode preservar valor no tempo, devido a sua natureza intrínseca. Além disso, o metal precioso é muito suscetível a fraudes e falsificações. 

Você saberia verificar se uma moeda de ouro é verdadeira? Esse processo pode ser extremamente custoso, demorado e difícil de ser realizado, o que inviabiliza a utilização do metal no dia a dia, além de acarretar custos e riscos histriônicos para sua utilização como reserva de valor.

Ao longo da história, centenas de casos envolvendo falsificação de reservas de ouro ocorreram. Na prática, nosso sistema financeiro e econômico atual é uma solução para os grandes problemas de portabilidade e verificação do ouro.

Por outro lado, é absolutamente trivial, simples, rápido e barato para qualquer um verificar se uma transação de bitcoin foi processada pela rede blockchain por meio de um explorador de blocos ou rodando seu próprio nó completo, uma vez que a rede é completamente pública e transparente sobre os seus registros, e vem mantendo a segurança e consenso de maneira ininterrupta há 13 anos.

Do ponto de vista técnico, o Bitcoin (BTC) é um grande salto para a criptografia e para a história da computação. Do ponto de vista econômico, o bitcoin é o ativo financeiro mais forte e resistente à censura conhecido pela humanidade.

Bem vindo à Toca do Coelho!

Doe satoshi para: 1Da7Qm2ZGMhGuGeMDzE2n1UG5sfCWbGoSk

Botão Voltar ao topo