Criptoativos

Tornado Cash, mixer do Ethereum, é sancionado pelo governo dos EUA

O Tornado Cash, ferramenta nativa do Ethereum que auxilia na anonimização de transações de criptoativos, foi sancionado pelo governo dos Estados Unidos. 

O governo americano alega que o serviço vem sendo utilizado há anos para lavagem de dinheiro. Além disso, o grupo hacker Lazarus, supostamente associado ao governo norte-coreano, teria utilizado o Tornado Cash para lavar bilhões em fundos ilícitos.

O Tornado Cash é um mixer de transações de criptoativos de código aberto que opera na blockchain da Ethereum. Mecanismos de mixagem de transações funcionam como uma grande carteira que recebe valores de diversos usuários e posteriormente os destinam para os endereços desejados, dificultando o processo de rastreio das transações.

Hackers norte-coreanos

No último 8 de agosto, o Tornado Cash foi sancionado pelo Departamento do Tesouro dos EUA por ter sido usado para lavar US$7 bilhões em criptoativos desde a sua criação, em 2019. Este valor inclui cerca de US$455 milhões roubados pelo Grupo Lazarus, formado por hackers supostamente financiados pelo governo norte-coreano.

O Tornado Cash foi posteriormente usado para lavar mais de US$96 milhões em fundos roubados por hackers.

Mais recentemente, os mantenedores do Tornado Cash se comprometeram em utilizar serviços de rastreamento da blockchain para evitar que fundos provenientes de hacks fossem lavados com o serviço. No entanto, esta medida não parece ter sido o suficiente para o governo dos Estados Unidos. 

Em redes como a do Bitcoin, que possuem um banco de dados público e auditável, o uso de mixers pelos usuários é muito comum para quem deseja obter maior privacidade. 

Por possibilitarem e facilitarem a manutenção da privacidade de indivíduos e seus ativos, os mixers são amplamente difundidos entre refugiados, jornalistas, dissidentes em regimes políticos autoritários e indivíduos com restrições bancárias. 

Poucas ferramentas oferecem possibilidades tão abrangentes para proteger e resguardar os direitos financeiros.

Igor Sobrinho

Calvinista, capixaba, amante de artes, de comunicação e da computação. Cypherpunk e bitcoinheiro, passeio com meu cachorro nas horas vagas, amo minha esposa.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo