Economia

Jerome Powell admite que bancos centrais não entendem a inflação

Durante uma conferência do Fórum do Banco Central Europeu ocorrido nas últimas semanas, o presidente do Banco Central dos Estados Unidos, Jerome Powell, admitiu que que bancos centrais, economistas e analistas são foram capazes de prever a inflação, admitindo que eles não compreendem bem o fenômeno.

O evento contou com a participação de outros banqueiros centrais e autoridades monetárias, como Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu.

Em um momento em que a discussão se voltou para a inflação, Jerome Powell comentou:

“Eu penso que agora compreendemos melhor o quão pouco compreendemos sobre inflação. Na nossa reunião de junho, há um ano atrás, das 35 pessoas que preencheram um inquérito a analistas profissionais, 34 delas viam a inflação abaixo de 4% para o ano passado. Claro que estava muito acima de 4%”.

Segundo Powell, os modelos para medir a inflação não contabilizaram o “colapso do lado da oferta”. Em outras palavras, os governos e bancos centrais estão imprimindo muito dinheiro, algo que não é contabilizado por modelos econômicos falhos.

O economista brasileiro Fernando Ulrich comentou as falas de Powell em vídeo no seu canal:

“É impressionante esta franqueza de que eles não conseguiram prever nada do que aconteceu”.

Esta não é a primeira vez que as falas sobre a inflação de Jerome Powell provocaram revolta. O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, chamou o presidente do Banco Central dos EUA de acéfalo:

“Vocês podem simplesmente parar de imprimir mais dinheiro? Você só vai piorar as coisas. Mesmo. É um acéfalo.“

João Souza

Chefe de conteúdo, analista de SEO e empreendedor. [email protected]

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo