EconomiaFinançasMundo

Europa vai obrigar racionamento de eletricidade para “achatar a curva”

A União Europeia deve impor novas medidas obrigatórias para controlar a escassez de energia no continente, que está elevando a inflação. Segundo Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, as medidas são necessárias para “achatar a curva”.

Leyen declarou:

“Então, façamos o que fizermos, uma coisa é certa: temos que economizar eletricidade, mas temos que economizá-la de maneira inteligente. Se você olhar para os custos da eletricidade, há demandas de pico.”

“E é isso que é caro, porque, nesses picos de demanda, o gás caro entra no mercado. Então o que temos que fazer é achatar a curva e evitar os picos de demanda. Vamos propor uma meta obrigatória para reduzir o uso de eletricidade nos horários de pico. E vamos trabalhar muito de perto com os Estados-Membros para conseguir isso.”

As medidas têm como objetivo contornar o aumento dos preços de energia no continente após os cortes de gás da Rússia.

Como relata o portal Lovinmalta, as propostas da União Europeia incluem o aumento de impostos para empresas de petróleo e gás, bem como o aumento do subsídio para estatais de eletricidade.

Buck Sexton, ex-agente da CIA e apresentador de TV, afirmou que as decisões de bloqueio econômico e social dos últimos anos devem ter sido apenas um “teste”, e que mais decisões monocráticas devem estar a caminho no ocidente.

Inflação na Europa

A inflação na Zona do Euro é a maior já registrada na história do bloco. Segundo o Eurostat, a inflação no continente alcançou 9,1% no acumulado anual até agosto.

O aumento dos preços foram puxados pela energia, que subiu 38,3%, e alimentos, que subiram 10,6% em média.

Apesar da alta crescente da inflação, os mercados financeiros permanecem estagnados. O bitcoin segue cotado na região dos US$ 20 mil.

Leia mais: O Banco Central Europeu está sem saída

João Souza

Chefe de conteúdo, analista de SEO e empreendedor. [email protected]

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo