BitcoinCriptoativosFinanças

Mineradora do Texas pede falência com dívida de 500 milhões

A Compute North, mineradora de Bitcoin (BTC), entrou com um pedido de falência em um tribunal do Texas, à medida que os custos de energia aumentam e a queda prolongada do mercado continua.

A empresa com sede em Minnesota continuará operando enquanto elabora um plano para pagar os credores. No documento, a empresa disse que devia até US$ 500 milhões a pelo menos 200 credores. A Compute North estimou que seus ativos valem entre US$ 100 milhões e US$ 500 milhões, de acordo com os documentos.

A empresa começou como uma operação de mineração em 2017, antes de se dedicar a fornecer serviços de hospedagem para outras empresas de mineração. No início deste ano, enfrentou atrasos na abertura de uma grande instalação de mineração no Texas, devido a regulamentações locais, que provavelmente prejudicaram sua capacidade de gerar lucros.

Os clientes da Compute North incluem gigantes da mineração, como a Marathon Digital e Compass Mining. Tanto a Marathon Digital quanto Compass Mining twittaram que não esperam que o pedido de falência da Compute North tenha impacto em suas operações comerciais.

“A equipe da Compute North nos informou hoje que o pedido de falência não deve interromper as operações comerciais. Continuamos monitorando a situação e forneceremos mais atualizações assim que estiverem disponíveis.”

A Compute North levantou US$ 385 milhões em financiamento de capital e dívida em fevereiro e tem vários acordos com mineradoras, incluindo Hive Blockchain e Atlas Mining.

João Souza

Chefe de conteúdo, analista de SEO e empreendedor. [email protected]

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo