EconomiaFinanças

Bancos Centrais compraram 400 toneladas de ouro no trimestre

Em 1º de novembro de 2022, o World Gold Council (WGC) publicou o relatório “Gold Demand Trends Q3 2022” da organização, que destaca as tendências atuais vinculadas aos mercados de ouro e metais preciosos durante o terceiro trimestre.

O relatório do WGC, publicado no gold.org, diz que o terceiro trimestre foi saudável para o mercado de metais e que foi impulsionado por “compras mais fortes do consumidor e dos bancos centrais”.

“A demanda de ouro (excluindo OTC) no terceiro trimestre foi 28% maior em relação ao ano anterior, com 1.181 t. A demanda acumulada no ano aumentou 18% em relação ao mesmo período de 2021, retornando aos níveis pré-pandemia.”

Embora a demanda do consumidor por ouro tenha aumentado, a demanda por ouro dos bancos centrais atingiu um recorde histórico, no que diz respeito às compras trimestrais.

As maiores compras do terceiro trimestre de 2022 vieram da Turquia, Uzbequistão e Catar.

“A Turquia continuou sendo o maior comprador de ouro relatado este ano”, detalha o relatório do WGC.

”Ele adicionou 31 t no terceiro trimestre, elevando suas reservas de ouro para 489 t (29% das reservas totais). No acumulado do ano, adicionou 95 toneladas às reservas de ouro.”

O Uzbequistão está acumulando ouro constantemente, e comprou 26 toneladas do metal precioso no terceiro trimestre.

O relatório explica que o Uzbequistão foi “um comprador consistente de ouro” durante os últimos dois trimestres.

O Banco Central do Qatar garantiu uma compra recorde de 15 toneladas de ouro durante o terceiro trimestre.

A WGC afirmou que a compra de ouro do Qatar “parece ser sua maior aquisição mensal registrada desde 1967”.

O relatório do WGC detalha que também existem bancos centrais que não estão relatando suas aquisições de ouro.

“O nível de demanda oficial do setor no terceiro trimestre é a combinação de compras constantes reportadas pelos bancos centrais e uma estimativa substancial de compras não reportadas”, afirma o relatório do WGC.

“A tendência contínua da demanda oficial do setor por ouro corrobora os resultados de nossa pesquisa anual do banco central de 2022, na qual um quarto dos entrevistados declarou sua intenção de aumentar as reservas de ouro nos próximos 12 meses (acima de um quinto em 2021)”.

João Souza

Chefe de conteúdo, analista de SEO e empreendedor. [email protected]

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo