Bitcoin

Bitcoin deve atingir US$ 250 mil em 2023, afirma bilionário Tim Draper

O investidor de risco e fundador da Draper Fisher Jurvetson (DFJ), Tim Draper, ainda está confiante em sua previsão de que o bitcoin deve atingir o valor de US$ 250 mil por unidade em 2023.

Draper disse em abril de 2018, durante o Draper University, que ele previu o BTC a “US$ 250 mil até 2022”.

No evento Web Summit 2022 deste ano, Draper disse que “estendeu” sua previsão “em seis meses”, pois agora prevê que o bitcoin atingirá essa faixa de preço “em meados de 2023”.

O investidor bilionário detalhou durante sua discussão que o inverno cripto é o seu “momento favorito para investir”.

Draper é um investidor bem conhecido na indústria de criptomoedas, mas também apoiou empresas proeminentes como Tesla, Spacex, Robinhood, Docusign, Ring, Skype e Baidu.

Em meio ao mercado de baixa deste ano, Draper disse que o bitcoin é essencialmente uma proteção “contra a má governança”.

Draper também afirmou que espera que as mulheres sejam o principal grupo demográfico de investidores de varejo que ajudarão a levar o preço do bitcoin para a região de US$ 250 mil.

O comentário foi semelhante às declarações que ele fez durante sua entrevista com o Lobo de WallStreat em junho passado.

Segundo o investidor, um aumento na demanda de bitcoin resultará em “gastos no varejo”, insistiu Draper no evento Web Summit 2022.

Draper também explicou que, no momento, não é fácil usar bitcoin para coisas como “comida, roupas e abrigo”.

No entanto, uma vez que os consumidores de varejo possam utilizar o bitcoin, Draper acredita sinceramente que “não haverá razão para manter a moeda fiduciária”.

O capitalista de risco também falou sobre stablecoins e observou que, embora sejam uma boa “ponte para o bitcoin”, são centralizadas e, no final, não têm sentido em comparação.

Fonte
Criptonizando

João Souza

Chefe de conteúdo, analista de SEO e empreendedor. [email protected]

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo