BitcoinEconomia

Bitfarms minerou 431 bitcoins em maio e revela seu estoque do criptoativo

A Bitfarms (NASDAQ: BITF, TSX: BITF), uma empresa de mineração de bitcoin de capital aberto, divulgou sua atualização de para maio de 2022, mostrando 431 BTC minerados no valor de cerca de US$ 16,6 milhões.

Atualmente as operações da Bitfarms estão dispersas globalmente com sete unidades industriais em Quebec, uma no Paraguai e uma no estado de Washington. Desses locais de mineração, 99% são explorados de forma sustentável com energia hidrelétrica e possuem contratos de energia de longo prazo.

“Durante maio, a produção média diária aumentou para 13,9 bitcoins/dia, um aumento de 3% em relação a 13,5 BTC/dia em abril”, disse Emiliano Grodzki, CEO da Bitfarms. 

“Concluímos a construção das instalações de Leger com 7.400 mineradores gerando aproximadamente 740 PH/s [petahashes por segundo]. Leger é agora nosso maior site com um nível de produção quase equivalente ao hashrate inteiro da Bitfarms no final do segundo trimestre de 2020.”

Atualmente, a Bitfarms realiza 3,4 exahashes por segundo (EH/s) em 31 de maio de 2022 – o que ajudou a impulsionar um aumento de 6% em relação ao mês anterior no total de bitcoins minerados. 

Dos 431 BTC minerados no mês passado, 429 (99,5%) foram colocados em custódia. Após esse depósito, a Bitfarms detém 6.075 BTC em custódia, que atualmente valem mais de US$ 192,5 milhões.

“A segunda fase de construção do The Bunker continua e espera-se aumentar a capacidade do local para 30 MW quando concluída”, explicou Grodzki. “Com as entregas de mineradores dentro do cronograma, esperamos ter outro mês sólido de crescimento à medida que construímos nosso hashrate operacional para nossa próxima meta de 4 exahash por segundo (EH/s) até o final do segundo trimestre.”

João Souza

Chefe de conteúdo, analista de SEO e empreendedor. [email protected]

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo