Bitcoin

BIP 324 busca melhorar a privacidade do Bitcoin (BTC)

Entenda mais sobre a Proposta de Melhoria do Bitcoin (BIP) 324, que busca trazer maior privacidade para o nós da rede Bitcoin (BTC) através da criptografia da conexão entre os nodes.

Existem aspectos do Bitcoin que podem ser significativamente melhorados. Um desses aspectos é a privacidade na camada peer-to-peer onde as transações são transmitidas e propagadas.

Desde o início, os peers na rede se comunicam entre si usando conexões não criptografadas. Esse tipo de comunicação deixa os participantes da rede na camada ponto a ponto suscetível a vigilância de um man-in-the-middle, onde atores nefastos – como governos – podem se sentar no topo da rede e identificar onde os nós estão sendo operados e qual nó está transmitindo qual transação. 

De fato, em um relatório que foi contratado pela Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA) e divulgado na semana passada, os pesquisadores destacaram corretamente esse déficit e o identificaram como um caminho pelo qual instituições podem vigiar a rede.

Esse é um vetor de vigilância que pode se tornar significativamente mais privado, tornando o tráfego entre os pares criptografado. A Proposta de Melhoria do Bitcoin (BIP) 324 tem este exato objetivo. O BIP 324 existe há muitos anos, mas ainda não foi mesclado e ativado na camada ponto a ponto. 

No entanto, hoje cedo, o mantenedor do Bitcoin Core Wladimir van der Laan foi ao Twitter para pedir que desenvolvedores revisem o código do projeto.

“Se alguém estiver interessado em analisar o BIP324 (criptografia P2P) em bitcoin em algum momento, ou procurando fazer uma “criptografia” real, ajude a revisar a especificação e a implementação”

Enquanto o mercado de criptoativos colapsa, este é um bom momento para a rede se reorganizar e criar valor para o protocolo e para o ecossistema.

João Souza

Chefe de conteúdo, analista de SEO e empreendedor. [email protected]

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo