Bitcoin

Rio de Janeiro quer se tornar “o ecossistema cripto do Brasil”, afirma prefeitura e cita compra de bitcoin

Em entrevista exclusiva para o Boletim Bitcoin, Andrea Senko, Secretária da Fazenda e Planejamento do Rio de Janeiro, reforçou a posição de que a prefeitura planeja se integrar ao Bitcoin (BTC) e ao criptomercado. A prefeitura afirmou que tem como objetivo fazer com que a cidade se torne “o ecossistema cripto do Brasil”.

Foi relatado no passado que havia planos da cidade para converter 1% do tesouro em bitcoin. O prefeito Eduardo Paes afirmou que a decisão foi inspirada em Miami, que está se integrando ao bitcoin.

Quando questionada sobre a adoção do Bitcoin, Andrea Senko afirmou:

“O Rio, pela sua vocação de cidade global, está atento às principais mudanças e inovações do mundo, e se coloca sempre na vanguarda desses temas. A cidade tem um olhar para o futuro, e a Prefeitura vem acompanhando os avanços tecnológicos e econômicos […].

O objetivo é fazer do Rio o ecossistema cripto do Brasil, contribuindo para a cidade se tornar a capital da inovação e tecnologia do país. “

Comitê Municipal de Criptoinvestimentos

A cidade do Rio de Janeiro estabeleceu Comitê Municipal de Criptoinvestimentos para auxiliar nas decisões administrativas relacionadas ao mercado. Quando questionada sobre as atividades da organização, a Secretária da Fazenda afirmou:

“O Comitê Municipal de Criptoinvestimentos – CMCI, instituído em 30 de março de 2022, trabalha em uma política de investimento em criptoativos e em um modelo de governança para a tomada de decisão. 

Este aporte seguirá uma metodologia atenta às oscilações e riscos desse mercado e está em desenvolvimento pela Prefeitura. […]”

Ao ser questionado sobre a adoção nacional do Bitcoin por El Salvador, foi afirmado que é “positivo o país estar aberto ao mercado de criptoativos”.

Quando perguntado se outras prefeituras demonstraram o mesmo interesse na adoção do Bitcoin, a resposta foi negativa:

“Até o momento, não fomos procurados por outros entes públicos para estudar essa possibilidade junto ao Rio de Janeiro. “

João Souza

Chefe de conteúdo, analista de SEO e empreendedor. [email protected]

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo