BitcoinCriptoativosEconomiaMundo

Empresa de caixas eletrônicos de Bitcoin vai abrir capital em bolsa

Através de uma fusão com a empresa GSR Meteora, a fintech Bitcoin Depot, focada no mercado de caixas eletrônicos de Bitcoin e criptoativos, irá abrir capital nos Estados Unidos, em uma transação que arrecadará até US$321 milhões, que será utilizado como capital de giro da Bitcoin Depot. 

A Bitcoin Depot será negociada na NASDAQ sob o símbolo ‘BTM’.

Criada em 2016 e com volume de transação acima de US$1 bi, a empresa é mais uma do crescente mercado Bitcoin ATMs, caixas eletrônicos que permitem a compra de bitcoin com dinheiro físico. A empresa possui 7 mil quiosques em 47 estados americanos e 9 canadenses, com cobertura de 40% da população urbana americana.

A Bitcoin Depot enxerga a oportunidade no crescimento do interesse de instalar Bitcoin ATMs em seus estabelecimentos que grandes varejistas estão tendo. Este movimento é um meio dos estabelecimentos aumentarem o fluxo de clientes e atrair curiosos e entusiastas do bitcoin para seus estabelecimentos.

Está em pendência uma solicitação de licença da Bitcoin Depot para expandir as ATMs para o estado de New York, representando um enorme potencial de mercado.

A expectativa é de que a empresa seja avaliada em US$885 milhões e que a aquisição seja realizada até o fim do primeiro trimestre de 2022. 

Segundo o co-CEO da GSR Meteora, Gus Garcia:

“Com sua presença significativa da BTM, relacionamentos estratégicos importantes e aplicativo móvel rico em recursos, acreditamos que a Bitcoin Depot está bem posicionada para aproveitar o mercado BTM altamente fragmentado, tanto no mercado interno quanto no exterior.”

O crescimento da Bitcoin Depot não foi abalado nem mesmo pelo bear market atual, com o CEO Brendon Mintz afirmando que “na verdade, estamos indo muito bem agora, independentemente do mercado”. 

No Brasil, o cenário não foi diferente, com um crescimento de 80% no número de clientes, com um aumento de 27% de transações no segundo semestre, quando comparado ao mesmo período do ano passado.

Igor Sobrinho

Calvinista, capixaba, amante de artes, de comunicação e da computação. Cypherpunk e bitcoinheiro, passeio com meu cachorro nas horas vagas, amo minha esposa.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo