Bitcoin

Estatal argentina está minerando Bitcoin com gás natural excedente

A YPF Luz, subsidiária da YPF, empresa argentina de exploração de petróleo e gás, está estudando minerar Bitcoin (BTC), com uma operação já em andamento.

A iniciativa está sendo testada em Vaca Muerta, um dos maiores campos de exploração de petróleo do país. Como explicamos em vários artigos na nossa seção de mineração, a atividade está sendo muito explorada por petroleiras e empresas de produção de gás natural.

Leia mais: Petroleiras e mineradoras da Rússia estão faturando US$ 79 milhões em BTC por ano

Este fenômeno ocorre principalmente porque grande parte do gás encontrado na natureza não pode ser explorado, pois é economicamente inviável construir tubulações que canalizem este gás.

Para resolver este problema, as petroleiras estão transformando este gás em eletricidade no local da extração. Esta eletricidade é então vendida a mineradores que podem levar seus equipamentos para minerar BTC.

Martin Mandarano, CEO da YPF Light, afirmou:

“Este primeiro piloto, que já está em operação, opera com 1 [megawatt] de geração e um segundo projeto está sendo desenvolvido simultaneamente para entrar em operação antes do final do ano, com cerca de 8 MW, na área de Bajo del Toro.”

“Estamos levando a demanda para onde está o abastecimento, neste caso em Vaca Muerta, quando normalmente o abastecimento está em outro lugar, a centenas ou milhares de quilômetros de distância, para o qual é preciso construir a transmissão, que é justamente um dos problemas de infraestrutura.”

A mineração de Bitcoin está se destacando como uma grande monetizadora de energia elétrica excedente em todo o mundo.

João Souza

Chefe de conteúdo, analista de SEO e empreendedor. [email protected]

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo