BitcoinMundo

Nem bombas eletromagnéticas podem parar o Bitcoin, afirma Abraham Weintraub

Em live com um dos escritores do livro Bitcoin Red Pill, o ex-ministro da educação, Abraham Weintraub, afirmou que nem mesmo uma bomba eletromagnética poderia destruir o Bitcoin.

Uma bomba eletromagnética é um “pulso abrupto de radiação eletromagnética resultante de uma explosão nuclear”, e tem o potencial para destruir equipamentos elétricos de uma área muito grande sem ao menos atingir o chão.

Um dos questionamentos mais comuns acerca da rede do Bitcoin, é sobre como o protocolo resistiria a situações de extremo estresse.

No fim da live, um usuário do chat perguntou o que ocorreria caso acontecesse uma explosão de bomba eletromagnética. Antes que o convidado pudesse responder, o próprio host afirmou:

“Não, não tem risco, porque o bitcoin é um número e você tem a senha do número. […] Por exemplo: jogaram uma bomba eletromagnética na Ucrânia, o ucraniano conseguiu caminhar e de bicicleta saiu da Ucrânia. Ele tem o bitcoin na cabeça e tem a senha na cabeça. Ele chega em Portugal e pega o bitcoin dele.”

Renato acrescentou:

“Existem dezenas de milhares de nós, para você destruir o Bitcoin, precisaria destruir todos esses computadores que estão em quase todos os países do mundo. A questão é a seguinte, se o seu país não consegue acessar a Internet, você ainda consegue acessar a rede por rádio. Inclusive em países sem Internet você manda a transação de bitcoin por rádio ou via SMS.”

O convidado seguiu explicando que, em um cenário catastrófico de explosão eletromagnética global, a última preocupação seria a rede do Bitcoin.

Igor Sobrinho

Calvinista, capixaba, amante de artes, de comunicação e da computação. Cypherpunk e bitcoinheiro, passeio com meu cachorro nas horas vagas, amo minha esposa.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo