BitcoinFinanças

Sinal de queda: índice de alavancagem do bitcoin atinge topo

O Índice de Alavancagem do Bitcoin, métrica fornecida pelo CryptoQuant, indica que o BTC não chegou ao seu fundo, e que o criptoativo pode passar por mais quedas sucessivas.

O preço do BTC atingiu o topo histórico em novembro de 2021, quando o criptoativo alcançou a região dos US$ 69 mil. Desde então, o mercado recuou para a região dos US$ 20 mil. 

Este movimento foi especialmente desencadeado pela liquidação forçada de BTCs de empresas iliquidas do mercado.

Desde então, os investidores vêm se alavancando cada vez mais nas exchanges para se expor ao preço do criptoativo. Mesmo com o crescimento da alavancagem, o preço do BTC seguiu caindo, conforme pode ser observado abaixo:

O Índice de Alavancagem do Bitcoin é calculado pela divisão do “open interest” pela “reserva cambial de derivativos”.

Somente na Bitfinex, mais de 100 mil bitcoins permanecem alavancados, valor máximo registrado pela exchange:

Alta alavancagem e Loong Squeeze

A alta alavancagem em um mercado é altamente negativa para o preço, pois o único caminho possível é a desalavancagem, que consiste na liquidação dos ativos tomados como empréstimo.

Este movimento tende a provocar perdas. Em alguns casos, essas quedas provocam um long squeeze, que pode ser definido como a queda rápida do preço provocado pela liquidação forçada das posições alavancadas dos traders.

A liquidação forçada dessas centenas de milhares de bitcoins das exchanges poderia jogar o preço do BTC potencialmente para a região dos US$ 15 mil ou US$ 10 mil.

A partir desse novo patamar de preço, com a alavancagem sendo eliminada do mercado, o criptoativo chegaria potencialmente ao seu fundo para este ciclo.

João Souza

Chefe de conteúdo, analista de SEO e empreendedor. [email protected]

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo