Bitcoin

Rússia vai permitir a mineração de Bitcoin com energia hidroelétrica e nuclear

O Banco Central da Rússia e o Ministério das Finanças concordaram recentemente com uma legislação destinada a regular a mineração de Bitcoin e criptomoedas que deve ser adotada até o final deste ano. 

Os legisladores que trabalham para finalizá-lo indicaram que a atividade industrial deve ser permitida apenas em partes do país que podem produzir mais eletricidade do que precisam.

O presidente da Comissão Parlamentar do Mercado Financeiro, Anatoly Aksakov, também disse que o processo de uso intensivo de energia deve ser proibido em outras áreas que enfrentam escassez de energia. 

O deputado garantiu que o respectivo projeto de lei será protocolado na Duma do Estado em um futuro próximo e também pediu a regulamentação simultânea da mineração e das criptomoedas.

A ideia de autorizar a cunhagem de moedas digitais apenas em regiões com superávit constante na geração de eletricidade não é nova. 

Uma proposta na mesma direção foi feita pelo Ministério do Desenvolvimento Econômico da Rússia em fevereiro, quando o departamento também sugeriu a introdução de tarifas de eletricidade “aceitáveis” para os mineradores.

Roman Nekrasov, cofundador da ENCRY Foundation, que representa empresas de TI que prestam serviços no campo de blockchain e inovações tecnológicas, compartilhou com a RBC Crypto suas expectativas sobre quais regiões russas têm maior probabilidade de hospedar operações de mineração. 

A mineração será permitida em regiões com usinas hidrelétricas e nucleares, disse ele à agência de notícias. Estes incluem Irkutsk Oblast e Krasnoyarsk Krai, que possuem muitas usinas hidrelétricas, bem como as regiões de Tver, Saratov, Smolensk e Leningrado, com suas usinas nucleares.

A mineração provavelmente será proibida na capital Moscou e nos adjacentes Oblast de Moscou, Belgorod Oblast e Krasnodar Krai, que historicamente são deficientes em energia, explicou Nekrasov. 

Ele também espera que a repressão às instalações de mineração ilegal no Daguestão se intensifique. 

O especialista da indústria de criptomoedas também acha que as autoridades russas podem permitir a extração de criptomoedas na Carélia. 

No entanto, isso pode acontecer sob certas condições, como exigir que as empresas de mineração apoiem a construção de pequenas usinas hidrelétricas, observou Roman Nekrasov. 

Karelia foi listada entre os destinos de mineração de criptomoedas mais populares na Rússia em estudo divulgado no início deste ano.

A mineração de Bitcoin vem se destacando cada vez mais como uma monetizadora de energia elétrica excedente.

O Texas está utilizando a mineração para otimizar a sua matriz energética, o que está reduzindo o custo da eletricidade na região.

João Souza

Chefe de conteúdo, analista de SEO e empreendedor. [email protected]

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo