BitcoinCriptoativos

Mineradora Compute North vende US$ 1,5 milhão em ativos para Crusoe Energy

A Compute North, operadora falida de data centers de mineração de Bitcoin, vendeu alguns de seus ativos para a Crusoe Energy, empresa de mineração verde.

A venda de suas máquinas gerará pouco menos de US$ 1,55 milhão para a empresa com sede em Minnesota, de acordo com documentos apresentados ao tribunal de falências do Distrito Sul do Texas.

A venda representa apenas uma pequena parte dos US$ 100 milhões a US$ 500 milhões que a Compute North estimou que poderia gerar com seus ativos quando entrou com pedido de falência em setembro.

A empresa continua operando enquanto estuda como pagar cerca de 200 credores.

Começando como um negócio de mineração de criptomoedas em 2017, a Compute North mais tarde passou a hospedar serviços para outros mineradores.

Mas, como outras empresas do setor, ela teve que enfrentar os altos custos de energia, a queda do mercado este ano e atrasos regulatórios para abrir sua nova instalação no Texas.

Crusoé Energy

A Crusoe Energy é uma empresa sediada no Colorado que usa emissões de gás para alimentar a mineração de Bitcoin.

Em abril, a mineradora levantou US$ 505 milhões em um financiamento liderado pela empresa de capital de risco de tecnologia climática G2 Venture Partners e com outros financiadores, incluindo Winklevoss Capital e Bain Capital Ventures.

Desde então, vem fazendo aquisições, comprando a Easter-Owens Electric, fabricante de centros de dados modulares.

A Crusoe usa o excesso de gás que de outra forma seria “queimado” porque não pode ser facilmente movido ou capturado, para criar eletricidade para plataformas de mineração localmente.

Qual sua opinião? Deixe na seção de comentários abaixo.

João Souza

Chefe de conteúdo, analista de SEO e empreendedor. [email protected]

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo