Bitcoin

Bitcoin é negociado abaixo de US$ 10 mil no fundo GBTC

As ações do Grayscale Bitcoin Trust (GBTC), maior fundo de Bitcoin do mundo, estão sendo negociadas com um desconto de quase 43%, fazendo com que o ativo seja vendido na região dos US$ 10 mil.

Lançado em setembro de 2013, o GBTC é um título que oferece aos investidores uma maneira de obter exposição ao Bitcoin sem realizar a custódia do ativo.

Historicamente, o Grayscale Bitcoin Trust geralmente era negociado com um prêmio em relação ao BTC, mas as coisas mudaram no início do ano passado, quando outros veículos alternativos de investimento em BTC surgiram, como ETFs no Canadá e Austrália.

O prêmio do GBTC em relação ao preço do Bitcoin era de cerca de 29% em janeiro de 2021, quando começou a cair; em meados de fevereiro, estava em apenas 8%.

Essa crise contínua também colocou a corretora de criptomoedas Genesis sob vigilância de liquidez. A Grayscale e Genesis são de propriedade do Digital Currency Group de Barry Silbert.

O Grayscale Bitcoin Trust ainda é o maior fundo Bitcoin desse tipo. A Grayscale também possui fundos para Ethereum, Chainlink e Solana, entre outros.

Por sua vez, a Grayscale tem tentado converter o fundo em um ETF (Fundo Negociado em Bolsa), um tipo semelhante de veículo de investimento que pode ser negociado na bolsa de valores.

A oferta de um ETF de Bitcoin permitiria que os players institucionais resgatassem suas ações, reduzindo o número em circulação e diminuindo lentamente a diferença de preço entre o veículo de investimento e seu ativo subjacente.

Mas todas as tentativas de fazê-lo foram encerradas pela Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos, que rejeitou todos os ETFs Spot de Bitcoin até agora, permitindo apenas ETFs futuros.

Em resposta, a Grayscale processou o regulador em junho deste ano.

“A SEC não está aplicando um tratamento consistente a veículos de investimento semelhantes. E, portanto, está agindo de forma arbitrária e caprichosa, violando a Lei de Procedimento Administrativo e a Lei de Bolsa de Valores de 1934.”

João Souza

Chefe de conteúdo, analista de SEO e empreendedor. [email protected]

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo