Bitcoin

Halving do Bitcoin em 2024: O futuro da principal criptomoeda

O Bitcoin (BTC), a principal criptomoeda do mercado, vai passar no ano de 2024 pelo quarto halving da sua história. Mas afinal, o que este evento representa para o principal ativo digital?

Descubra o que esperar para o Bitcoin ao longo de 2024, um ano importante para a história da criptomoeda.

O que é o halving do Bitcoin?

O halving do Bitcoin é um evento que ocorre a cada 210 mil blocos minerados. Como a rede é projetada para que os blocos sejam encontrados a cada 10 minutos em média, o halving ocorre a cada cerca de 4 anos.

A cada halving, a emissão de novos bitcoins é reduzida pela metade. No começo da história do Bitcoin, 50 moedas eram emitidas a cada bloco. Quando o primeiro halving ocorreu 2012, a recompensa foi reduzida para 25 moedas, que então caiu para 12,5 btc em 2016 e para 6,25 btc / bloco em 2020.

A recompensa da geração de novas moedas vai cair para 3,125 btc / bloco quando o próximo halving ocorrer por volta de abril de 2024.

Mas afinal, porque este evento é importante para a criptomoeda?

Importância do halving para o preço

O preço do bitcoin tem se comportado de forma cíclica desde a sua criação. Historicamente, os ciclos de alta e baixa da criptomoeda estão alinhados com o halving, que tende a ser um catalisador para o aumento do preço.

Uma vez que a emissão de novas moedas é reduzida, isso tende a criar um choque de oferta. Este choque de oferta, alimentado com um choque de demanda, é o que tem feito o preço do bitcoin multiplicar exponencialmente durante os mercados de alta.

Confira abaixo o preço do Bitcoin em escala logarítmica:

Preço do Bitcoin. Fonte: Tradingview.
Preço do Bitcoin. Fonte: Tradingview.

Como pode ser observado, o preço do bitcoin passa por ciclos de contração de expansão, que tendem a durar cerca de 2 anos cada. Sempre que o halving ocorreu, o preço do bitcoin cresceu de forma significativa nos dois anos seguintes.

Após um aumento considerável no preço, os participantes do mercado são naturalmente incentivados a vender suas moedas por diversos motivos, o que tende a provocar uma correção em seguida.

Portanto, há muita expectativa que o Bitcoin seja positivamente influenciado pelo halving novamente, devido a mais um choque de oferta que ocorrerá na rede.

Stock-to-Flow e o halving Bitcoin

Stock-to-Flow do Bitcoin
Stock-to-Flow do Bitcoin

O Stock-to-Flow (S2F) é um modelo de previsão de preço para commodities, que foi aplicado ao preço do bitcoin nos últimos anos. O S2F precifica ativos com base em sua escassez. Por ser um ativo digital com oferta inelástica, o modelo aponta que o bitcoin deve continuar crescendo exponencialmente ao longo dos anos.

O S2F tem sido um dos modelos mais assertivos para prever o preço do bitcoin. É possível observar na imagem acima que o S2F possui alto grau de correlação com o preço real da principal criptomoeda.

Conforme pode ser observado, o modelo prevê que o bitcoin deve alcançar a faixa acima dos US$ 400 mil. No entanto, é importante destacar que no mercado financeiro, retornos passados não são garantia de retornos futuros, e que existem fatores que podem impedir que o preço não chegue a estes patamares.

Uma alta nestas proporções colocaria o bitcoin em um patamar muito próximo ao ouro, que foi uma das principais reservas de valor da humanidade ao longo dos últimos milênios.

O analista PlanB, que foi pioneiro ao aplicar o S2F no Bitcoin, afirmou que está confiante de que o modelo siga prevendo o preço da criptomoeda de forma assertiva nos próximos anos:

“Em 2015, quando comprei meu primeiro BTC por US$ 400, as pessoas disseram que o bitcoin estava morto. Em 2019, quando o BTC custava US$ 4.000, escrevi o artigo S2F, prevendo o BTC a US$ 55 mil. As pessoas diziam que eu era louco. Hoje, o BTC custa US$ 40 mil, e o modelo S2F prevê US$ 532 mil após o halving de 2024. As pessoas dizem que é impossível.”

Bitcoin e mercados em 2024

O ano de 2024 pode ser considerado um ano otimista para o preço da principal criptomoeda, levando em consideração fatores de mercado e o cenário macroeconômico. Confira alguns destaques que podem impactar o preço do bitcoin ao decorrer do ano.

Moedas inflacionárias

As moedas fiduciárias emitidas por governos continuam sendo instrumentos financeiros inflacionários, e que perdem valor constantemente. Portanto, a longo prazo, é quase inevitável que o preço do bitcoin continue uma tendência de alta, visto que moedas de governo perdem poder de compra até mesmo em comparação com bens de consumo.

Apesar dos governos terem diminuído o fluxo de impressão de dinheiro nos últimos anos, a ideia central das moedas fiduciárias permanece a mesma.

Diminuição da influência do dólar

Muito foi discutido ao decorrer de 2023 em relação a uma tendência de desdolarização global, à medida que conflitos geopolíticos se intensificam. Uma continuação deste cenário pode influenciar positivamente ativos internacionais neutros, como ouro e bitcoin.

Aumento geral da liquidez

Nos últimos anos, uma série de instrumentos financeiros que permitem a negociação de bitcoin foram introduzidos em todo mundo. Diversos ETFs de Bitcoin foram aprovados em diferentes países, como Canadá, Brasil, Chile e outros.

Além disso, muitas instituições financeiras tradicionais estão se integrando ao Bitcoin. No Brasil, Nubank e Itaú, duas das maiores instituições financeiras presentes no país, estão começando a oferecer serviços com bitcoin e criptomoedas para seus clientes.

Maior maturidade do Bitcoin em 2024

O Bitcoin completou em 3 de janeiro de 2024, 15 anos de história. A data marcou uma década e meia desde que Satoshi Nakamoto minerou o bloco gênesis da criptomoeda. Na prática, o Bitcoin é agora um ‘adolescente’, que está amadurecendo em diversos aspectos.

A cada bloco que o Bitcoin permanece funcionando como planejado, maior tende ser a percepção de segurança do mercado por parte do principal ativo digital. Este crescimento tende a atrair investidores com menor aversão ao risco.

Acumulo institucional de bitcoin

O mercado de alta de 2021 do Bitcoin foi fortemente impulsionado pela entrada de investidores institucionais no principal ativo digital. Diversas empresas de grande porte, como MicroStrategy, Tesla e Mercado Livre, começaram a acumular bitcoin como ativo de reserva.

Em destaque, a MicroStrategy seguiu nos últimos anos realizando compras sucessivas de bitcoin para seu caixa corporativo. Após converter quase todo o seu caixa, a empresa ainda realizou compras sucessivas através de empréstimos e alavancagem.

Se esta tendência continuar, é possível que vejamos novas companhias de grande porte acumulando o principal ativo digital. Além disso, é provável que vejamos mais iniciativas governamentais apoiando o Bitcoin.

Em destaque, El Salvador segue firme em sua estratégia de Bitcoin. O país latino deve emitir em 2024 o Bitcoin Volcano Bond, título de dívida soberana que será utilizado para comprar bitcoin e financiar a construção da Bitcoin City.

El Salvador - Bitcoin
El Salvador – Bitcoin

Leia mais: El Salvador após o Bitcoin: o que aconteceu com o país latino?

Criptomoedas em 2024

Vitalik Buterin - Criador do Ethereum
Vitalik Buterin – Criador do Ethereum

O mercado de criptomoedas continua se comportando de forma altamente correlacionada com o preço do bitcoin. Caso a história siga se repetindo, o mercado de criptomoedas deve continuar em expansão, à medida que o preço do bitcoin se apreciar nos próximos anos.

Mas novamente, retornos passados não garantem isso. Outro ponto de destaque é que muitas criptomoedas alternativas ao bitcoin não foram capazes de obter novas máximas históricas nos últimos anos, o que certamente decepcionou parte do mercado.

Congestionamento do Bitcoin

Bitcoin - satoshis
Bitcoin – satoshi

A rede Bitcoin está passando desde o começo de 2023 por um nível de congestionamento consistente nunca antes observado. Este congestionamento tende a pressionar as taxas de transação e o tempo de confirmação das transações.

Este congestionamento ocorre devido ao limite do tamanho do bloco da criptomoeda, que originalmente deveria ter sido aumentado, conforme plano de Satoshi Nakamoto. No entanto, o protocolo seguiu rumos diferentes, e o tamanho do bloco nunca foi alterado via hard fork.

Este movimento pode impulsionar criptomoedas que sejam mais escaláveis em sua camada base, como Bitcoin Cash (BCH) e Monero (XMR), principal rede blockchain focada em privacidade.

O bitcoin cash, que segue a visão de desenvolvimento pensada por Satoshi, foi um ativo com péssimo desempenho nos últimos anos. No entanto, no ano de 2023, o preço do bch se recuperou um pouco em relação ao par bch / btc.

O futuro da criptomoeda, que já chegou a ser a segunda maior do mercado, é incerto. O hashrate, adoção e liquidez do bitcoin cash permanecem em baixa, se comparado com o Bitcoin.

Resumo

O ano de 2024 será certamente importante para o Bitcoin, dado o impacto histórico do halving na criptomoeda. O cenário macroeconômico é consideravelmente positivo para o bitcoin, e não parece haver nenhum empecilho que atrapalhe a tendência de alta do principal ativo digital.

 

Boletim BTC

Boletim BTC é o primeiro portal brasileiro focado 100% em Bitcoin (BTC).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo